6 riscos das dietas milagrosas

Perigo das dietas milagrosas. Dietas perigosas

Os principais riscos das Dietas Milagrosas derivam da excessiva rapidez com que ocorre a perda de peso. Eles reduzem drasticamente as calorias ingeridas e geram desequilíbrios nutricionais.

Como regra geral, qualquer dieta que proíba a ingestão ou sugira o consumo ilimitado de alguns alimentos não é uma alternativa saudável.

Na maioria dos casos, por não serem elaborados por nutricionistas, não são adaptados ao sexo da pessoa, nem à sua atividade física. Pode ser contraindicado em algumas patologias, ou se estiver a tomar algum medicamento.

Neste artigo mostramos-te 6 riscos das Dietas Milagrosas, para convencê-l@ de que, em Nutrição, a pressa é má conselheira.

 

6 riscos das Dietas Milagrosas

1.-Com as dietas milagrosas perdes líquidos

Quando se emagrecer sem uma dieta equilibrada, reduz-se peso e perde-se líquidos e proteínas (músculo), em vez de queimar o excesso de gordura corporal.

Ao ingerir menos calorias o corpo recorre às suas reservas de glicogénio hepático e muscular, convertendo-as em glicose e energia. Como o glicogénio está em base aquosa, produz-se uma importante perda de líquidos.

2.-As dietas desequilibradas reduzem a massa muscular

Um dos maiores riscos das dietas milagrosas é que o emagrecimento costuma estar associado à perda de massa muscular, que por sua vez diminui mais a velocidade do metabolismo basal, fazendo com que a cada vez tenha que reduzir mais calorias ou fazer mais exercício para conseguir a mesma perda de peso.

3.-O teu corpo adapta-se

O metabolismo, que é uma máquina de sobrevivência, adapta-se ao menor fornecimento de calorias, reduzindo o consumo do metabolismo basal. E este efeito é definitivo, só poderás ativar o metabolismo basal com um programa de tonificação muscular.

4.-O metabolismo faz-se mais eficiente

A partir de agora o teu metabolismo otimiza os seus custos e processos para obter mais energia de qualquer alimento ou bebida. Essas calorias se armazenarão em forma de gordura.

5.-Efeito rebote

Entre os riscos das dietas milagrosas, o que gera mais frustração é o efeito rebote. Como o teu metabolismo se tornou mais eficiente, ao voltar aos teus hábitos anteriores, engordas com mais facilidade.

Outro efeito secundário muito difícil de corrigir é a alteração dos lípidos sanguíneos como o colesterol ou os triglicéridos.

O efeito rebote faz-se mais patente, em pessoas que depois de uma dieta restrita, voltam a comer de forma compulsiva todo o que tinham vetado, ou em pessoas que já têm um metabolismo lento, como no caso do hipotiroidismo ou da menopausa.

6.-Não educam os hábitos

O pior destas dietas é que não ensinam a comer. Se a pessoa não muda de forma definitiva os seus hábitos alimentares, é muito difícil que mantenha o peso saudável.

Tipos de Dietas Milagrosas

Dietas de 1.200 calorias por dia são uma aberração metabólica, pois causam consumo rápido de reservas de gordura e acidificação do pH do sangue com a presença de corpos cetónicos e substâncias residuais no sangue, como a acetona.

Dietas proteinadas ou dietas que reduzem ou suprimem hidratos de carbono (Atkins, Montignac) geram cetose, pois para obter energia na ausência de glicose o corpo metaboliza corpos cetónicos produtores de gordura que são usados ​​como combustível. Esse estado, popularmente conhecido como “acetona" por seu hálito característico, tem consequências metabólicas dramáticas, mas esses tipos de dieta promovem a supressão da sensação de apetite.

Os efeitos colaterais deste tipo de dieta incluem falta de apetite, náuseas, halitose, prisão de ventre, deficiências de fibras, vitaminas e minerais, sistema imunológico fraco, desempenho intelectual inferior, descalcificação óssea, aumento do colesterol no sangue, aumento dos níveis de ácido úrico no sangue e, em algumas situações, pedras nos rins devido ao consumo excessivo de proteínas e aumento do risco cardiovascular devido ao consumo excessivo de gorduras saturadas (carnes vermelhas, charcutaria, queijos, ovos, manteiga, margarina, maionese ou leite integral).

Dietas ricas em hidratos de carbono refinados que promovem as recomendações atuais de saúde não conseguem equilibrar a insulina e, como será visto nos próximos capítulos, induzem a inflamação metabólica. Esse tipo de dieta também não controla o apetite, induzindo um lanche entre as refeições que promova o ganho de peso corporal.

Se queres saber mais conselhos sobre este e outros assuntos segue-nos nas nossas redes sociais Facebook,  Instagram ou no nosso canal do YouTube.

×
Consulta de Nutrição Online