Dieta depurativa para eliminar toxinas

Dieta Detox. Dieta Depurativa. Alimentação saudável

Uma dieta depurativa pode-te ajudar a eliminar toxinas através do fígado, rins, suor e sistema linfático e a estabelecer novos hábitos alimentares e de exercício, além disso favorece a perda desses quilos de gordura acumulados.

Os smoothies ou batidos verdes são uma grande ajuda, após uma época de excessos. 

 

Benefícios de uma Dieta Depurativa para o fígado

Hipócrates, o pai da Medicina moderna, afirmava que o corpo precisa de descanso físico e químico, pelo que se lhe considera o pai das Dietas Depurativas. Hoje em dia não existe uma cura de desintoxicação regular, alguns nutricionistas recomendam exclusivamente água e sumos recém espremidos, outros permitem vegetais e frutas orgânicas e evitar, durante pelo menos 15 dias, as toxinas procedentes do álcool, a cafeína, os alimentos refinados ou processados e as proteínas de origem animal.

Os benefícios de uma dieta depurativa são notáveis sempre que mantenhas a rotina durante pelo menos uma semana. A libertação de toxinas ativa-se ao dar descanso ao sistema digestivo e ao ativar os órgãos de eliminação (fígado, vesícula, rins, intestino, pele, pulmões).

Não é recomendável fazer demasiado exercício enquanto se faz uma dieta depurativa restrita, pois um excesso de atividade física pode provocar cansaço, debilidade e perda de massa muscular. Por isso, recomenda-se fazer um programa detox intensivo quando se está de férias ou começar numa sexta-feira para ter mais tempo para descansar.

 

Como fazer uma Dieta Depurativa

Para começar a desintoxicação é imprescindível, durante pelo menos 15 dias, reduzir a exposição a toxinas ANAQC (álcool, nicotina, açúcar, cafeína e químicos), laticínios e cereais refinados. Utiliza técnicas culinárias simples, evitando fritos, comida processada ou rápida (fast food).

Começa o dia com um copo de água morna com 3-4 gotas de limão para iniciar o esvaziamento intestinal, estimular a vesícula e equilibrar o ph interno. Como comentamos na nossa intervenção sobre Dieta Depurativa Saber Viver, é melhor evitar o café e o substituir por chá verde, mais antioxidante.

Para ajudar a eliminar toxinas inclui no pequeno almoço uma laranja inteira e omelete ou ovos mexidos. Ajudam  a metabolizar o álcool e os resíduos pelo seu conteúdo em enzimas, cisteína e vitaminas do grupo C e B. Os espargos, alho, cebola e alho-francês também ativam as vias de metabolismo hepático de toxinas.

Todas as frutas estão permitidas exceto as mais calóricas (banana, uvas, manga) pelo seu maior conteúdo em açúcares; e a toranja, pois as suas enzimas interferem com o metabolismo hepático de toxinas.

É imprescindível que bebas pelo menos 8 copos de água, se é difícil para ti beber água no inverno podes beber em forma de sopa ou infusões digestivas/depurativas, ou suplementos detox à base de alcachofra, cardo mariano, boldo, dente de leão, chá verde, chlorella ou homeopáticos como Lymphomyoset e Berberis. A fitoterapia líquida é muito fácil de beber no pequeno almoço e reforça a eficácia da dieta depurativa para o fígado.


Planifica a tua dieta de um dia a um mês

Primeiramente tens de decidir quantos dias vais fazer a depuração. Podes fazer uma dieta depurativa de um dia ou planificar o teu menu mensal com alimentos depurativos que estimulam os órgãos de eliminação de toxinas e ajudam a evitar ou reduzir os danos causados pelos excessos (inchaço, flatulência, dor de cabeça, acidez).

  • Os alimentos que tonificam o fígado são os vegetais de ligeiro sabor amargo (escarola, endívias, alcachofra, cardo, beringela, infusões de dente de leão e cardo mariano)
  • As verduras e as frutas orgânicas da época, como aipo, espargos, maçã ou pera, ativam a ação depurativa do rim.
  • Os alimentos ricos em fibra melhoram a prisão de ventre e reduzem a inflamação abdominal, aumenta o consumo de maçã ou pera em compota, frutos secos, cereais e pão integral, germinados  e sementes.
  • Os germinados (brotos de soja, alfalfa, trigo ou cevada) contêm enzimas e cofactores que melhoram a digestão e ativam o metabolismo.

 

Uma refeição depurativa pode ser esta Salada Detox:

comida depurativa. dieta depurativa

  • Uma base de cor verde: agriões, rúcula, espinafres ou endívias, melhor folhas pequenas e amargas porque estimulam a vesícula biliar e os sucos gástricos.
  • 3 hortaliças: pimento vermelho, verde ou laranja, aipo, cogumelos, ervilhas, cenoura, rábano, brócolos, couve-flor, repolho, cebola, alcachofas.
  • 1 gordura saudável: 1/4 de abacate, 2 colheres de frutos secos ou sementes (abóbora, girassol), 5 azeitonas.
  • 1 proteína magra: salmão, camarões, frango, peru, ovo ou tofu.
  • 1 colher de azeite virgem extra e sumo de limão ou vinagre.

 

Podes substituir uma comida por um Green Smoothie. Os batidos verdes são uma alternativa mais saudável que os sumos já que mantêm a fibra dos vegetais. O seu sabor é delicioso e fornecem vitaminas, minerais, enzimas vivas e clorofila num só copo. Podes utilizar diferentes folhas verdes como diferentes variedades de alfaces, acelgas, couve-flor, couve, couve-galega, grelos, endívias, espinafres, folhas de beterraba, de cenoura, aipo, salsa, manjericão, coentro, etc.

Acrescenta-lhe gordura favorável (frutos secos ou sementes) e proteína (laticínios ou uma fatia de fiambre) para que seja equilibrado nutricionalmente.

 

No jantar como primeiro prato o Caldo Depurativo da Dieta Coerente. Ingredientes: meia alface,  2 alho-francês,  2 cenouras,  1 courgette pequena, 1 ramo de aipo, 2 nabos,  ½ repolho verde, tomilho, loureiro e estragão. Preparação: Leva a ferver em 2 litros de água sem sal e mantém a fogo lento 40 minutos. Passado este tempo retira os vegetais e reserva no frigorífico.

Se seguires estes conselhos os teus órgãos de eliminação se ativarão e realizarão as suas funções depurativas com maior eficiência. O fígado filtra o sangue e processa as toxinas para poderem ser eliminadas pela urina, bílis, fezes, respiração ou transpiração. Em ocasiões o fígado precisa de uma segunda fase de depuração das toxinas na qual as solubiliza conjugando-as com substâncias que devem estar presentes na nossa alimentação como aipo, alho-francês, alho, cebola, ovo.

O sistema linfático tem um grande papel nas dietas depurativas pois arrasta as toxinas acumuladas nos tecidos e que são mobilizadas pela dieta depurativa. Para facilitar a sua função é muito importante beber muito e fazer algumas massagens drenantes ascendente em círculos desde os tornozelos até a virilha. 

Os rins são muito importantes pois é outro filtro sanguíneo, além disso mantêm o ph ligeiramente alcalino para poder solubilizar as toxinas ácidas. Tenta beber água filtrada para eliminar os resíduos de cloro e se possível alcalina. Lembra-te de não ingerir porções grandes de proteínas durante a tua dieta depurativa para evitar congestionar os rins e o fígado.

Podes facilitar o trabalho aos pulmões realizando respirações profundas ao ar livre, sobretudo em ambientes pouco contaminados e de ar puro como a praia, montanha, rio, etc.

Para ajudar os teus órgãos responsáveis pela eliminação de toxinas durante a tua dieta depurativa, além de beber pelo menos 8 copos de água, inclui mais fibra e vegetais frescos da época. Se possível orgânicos porque fornecem mais micronutrientes, que funcionam como cofactores das enzimas hepáticas de desintoxicação. É conveniente tomar um suplemento multinutriente após a primeira fase de depuração, para favorecer que todos os processos metabólicos decorram com eficiência.

Lembra-te que depois de uma dieta depurativa, deves adotar um estilo de vida saudável, cozinhando mais em casa, fazendo as 5 refeições, tomando o pequeno almoço com proteína e fazendo exercício diário. As dietas restritas passam fatura emocional, geram irritabilidade e ansiedade e se segues durante muito tempo geram efeito rebote ou yoyo.

Se tens alguma dúvida sobre este tema ou outro podes deixar um comentário e os nossos Nutricionistas Online irão ajudar.

O que te pareceu este post? Se tiveres alguma dúvida deixa-nos aqui nos comentários. 

Podes seguir os nossos conselhos, receitas e truques nas nossas redes sociais Facebook,  Instagram ou no nosso canal do YouTube.

×
Consulta de Nutrição Online